A Praia de Carvoeiro vai receber, de 11 a 15 de agosto, a 12.ª edição do Festival Sons do Atlântico.

Durante cinco noites “a melhor praia da Europa” vai beber influências musicais que vão do jazz ao funk, passando pela pop sevilhana e pelos ritmos latinos, como a salsa.

No primeiro dia (11 de agosto) sobe ao palco o carismático grupo Sevilhano La Selva Sur; segue-se-lhes, a 12, os lisboetas Cais Sodré Funk Connection. No terceiro dia, marca presença o dueto de irmãos sevilhanos Makarines. Beto Kalulu, o grande filho da bela vila de Carvoeiro, animará os presentes com as suas influências africanas no dia 14 e promete colocar a dançar os milhares de visitantes do largo da praia que ficou imortalizado através da sua canção.

No último dia o festival oferece um programa ímpar, protagonizado pela Orquestra de Jazz do Algarve e pela sua big band com artistas convidados. Sob direção musical de Hugo Alves a Orquestra de Jazz do Algarve fará uma viagem através dos melhores ritmos latinos produzidos no séc. XX, sem esquecer o que está por detrás das composições, a verdadeira Salsa, a fusão de vários povos, bem como as suas tradições e linguagens. Encerram o festival Sons do Atlântico os Beyond Cuba Libre, que partem do Latin Jazz como mote para um concerto que traz a Portugal um dos mais consagrados instrumentistas internacionais da percussão cubana: Osvaldo Pegudo. A este, juntam-se o brilhante saxofonista espanhol Javier Ortí e a revelação portuguesa do jazz na voz de Vera Morais. Cubano Chant, Caravan ou Elvin's Mambo são apenas alguns dos muitos temas desta viagem...

E para tornar este concerto ainda mais especial, a atuação será acompanhada de fogo-de-artifício sincronizado: @The great Summer concert promete surpreender !

 

 

Pin It

Ao continuar a navegar está a concordar com a utilização de cookies neste site. Para não autorizar a sua utilização, por favor utilize as opções do seu browser e altere as definições de cookies de acordo com estas instruções.
ACEITAR NÃO